Pages Navigation Menu

Penso, logo duvido.

Vai chover em Março? – David Hulak

Vai chover em Março? Haverá “inverno” em 2014?

Sete anos de pastor Jacó serviu a Labão, serrana bela, mas não servia a ele, servia a ela que por prêmio pretendia.

Leia Mais

Tourada em Barcelona – Teresa Sales

Em junho de 2009 eu perdi o São João em algum interior de Pernambuco, para atender a um convite de Flávio Carvalho, olindense radicado em Barcelona e um dos líderes das organizações de brasileiros na Europa.

Leia Mais

Noites Recifenses IV – A brisa do Recife – Teresa Sales

Teresa Sales Voltei para o Recife em 2006. Um desejo que foi tomando corpo desde a minha aposentadoria da Unicamp. Decisão tomada, casa vendida, filhos encaminhados, eis que um velho amor me reencontra pelas ondas da internet. Por artes da constelação de aquário, ele tomara essa mesma decisão antes de mim. A expectativa do reencontro foi antecedida de uma intensa correspondência e um prelúdio ainda em São Paulo. Quando cheguei ao Recife, ele viajava. Escrevi à época: “Ela se vestiu de sereia e foi até a varanda do apartamento. Viu que a lua ainda estava no céu, embora envolta em núvens. Estava minguante, mas, mesmo assim, minguante e envolta em núvens, se refletia no mar imenso. Um carro ou outro interrompia o barulho das ondas do mar. Por isso preferiu deixar todos esses sons de fora e se concentrou...

Leia Mais

João e Janete – Cristovam Buarque

“Florestas do meu Exílio” tem tudo que é necessário para um grande livro. É uma história de amor entre João e Janete Capiberibe. Um livro de aventura extrema, em alguns momentos parecendo criação de um ficcionista especializado no gênero do suspense.

Leia Mais

O petróleo é nosso – Editoral

Existe uma grande confusão entre a propriedade dos recursos naturais e a empresa que os explora, do que decorre a propositada diferença que vem sendo feita entre concessão e partilha na exploração do petróleo do enorme Campo de Libra no pré-sal. Rigorosamente, se o país têm instituições competentes de regulação e controle das atividades minerais, a concessão para exploração pode gerar os mesmos resultados econômicos e sociais para o Brasil do que este modelo de partilha. O petróleo continua sendo nosso independentemente de quem venha a receber a concessão para retira-lo do subsolo. Basta que se cobre bônus pela exploração, royalties sobre a extração, e impostos sobre os resultados. O que tem de peculiar no modelo atual do pré-sal não é o fato de contemplar uma partilha do excedente; a sua especificidade reside nas regras restritivas (participação mínima de...

Leia Mais

Biografias não autorizadas – Editoral

A questão não é nova e se arrasta há décadas. Um dos casos polêmicos foi a decisão do juiz da 9ª Vara Cível de São Paulo, Guilherme Zuliani, que negou petição do cantor João Gilberto para que fosse apreendida a edição do livro com sua biografia. Vem à tona novamente com o caso Roberto Carlos.  Finalmente o Supremo Tribunal Federal realizará, nos dias 21 e 22 de novembro, uma audiência pública para debater a necessidade de autorização para publicação de biografias. Em julho, a Associação Nacional dos Editores de Livros ajuizou no STF ação de inconstitucionalidade contra os artigos 20 e 21 do atual Código Civil, que proibe biografias não autorizadas de pessoas famosas. O advogado da ANEL, Gustavo Binenbojm, sustenta que tais dispositivos não estão de acordo, “em sua amplitude semântica, com a sistemática constitucional da liberdade de expressão...

Leia Mais

No embalo da Rede – Sérgio C. Buarque

A aliança de Eduardo Campos (PSB) com Marina Silva (Rede Sustentabilidade) deve gerar um resultado superior (talvez mesmo muito superior) à soma das intenções de voto que cada um deles tinha antes do acordo

Leia Mais

Pedágio é justo: paga quem usa – Editoral

Já era tempo da BR 232 ser gerida por uma concessão privada para garantir conservação e qualidade (privatização não é o termo correto neste caso). As rodovias de boa qualidade do Brasil são quase todas administradas em concessão por empresas privadas, com base em contrato que obriga a manutenção e conservação permanente e oferta de serviços de segurança. De acordo com estudo da CNT-Confederação Nacional dos Transportes, 86,7% das rodovias com gestão privada apresentam bom ou ótimo estado de conservação (44,7% é ótimo) e apenas 1,8% foram consideradas ruins ou péssimas. Das estradas geridas diretamente pelo setor público 34,6% estão em mal ou péssimo estado de conservação, e apenas 9,9% foram classificadas como ótimas. Mas o modelo de concessão da BR 232 tem uma inovação que merece uma reflexão: quem pagará o custo estimado em R$ 9,57 milhões por...

Leia Mais

Será?

Há exatamente um ano jogamos no ar a Revista Será. O nosso propósito, talvez um pouco pretencioso, era de propagar a dúvida nos meios intelectuais como uma reação às ideias dominantes e aos pensamentos excessivamente fechados de diversas correntes intelectuais e políticas no Brasil.

Leia Mais

Edu Lobo Bossa Recife

O documentário Vento Bravo (2007) começa com duas cenas muito significativas que anunciam duas referências fundamentais para nosso conhecimento da música de Edu Lobo

Leia Mais

O profeta que veio do sul – Editoral

Não falou da guerra na Síria, não tratou da espionagem americana nem comentou as intenções, pacíficas ou militaristas, da pesquisa nuclear do Irã. Não. O presidente do Uruguai, José Mujica, não analisou os conflitos políticos, econômicos, militares ou religiosos que sacodem o planeta. No seu discurso na 68ª Assembleia Geral da ONU, o presidente Mujica discutiu os destinos mais profundos da humanidade e, de forma poética e filosófica, questionou os pilares da civilização. “Parece que nascemos apenas para consumir e consumir e, quando não podemos, carregamos a frustração, a pobreza e até a auto-exclusão”. Como se a felicidade pudesse ser comprada nos objetos. Ele veio de um pequeno país do Sul, sem poder político ou militar. Porém com a força moral da sua coerência política e da sua vida pessoal sem esbanjamento e ostentação, todo o contrário das estruturas...

Leia Mais

STF, elite política e sociedade civil. – João Rego

Eu vi uma negra. Ela era jovem e carregava, como um burro de carga, uma carroça cheia de lixo e dejetos, colhidos ao longo do dia para ganhar algum.

Leia Mais

Em tempo de Murici, cada um cuide de si

E não é que Dona Dilma levantou uma lebre? Ela, refiro-me à mamífera lagomorfa do gênero Lepus, claro, já era vista aqui e ali, correndo na moita.

Leia Mais

A comédia do sofá

Em 10 de outubro de 2013 a Revista Será? entra na sua segunda primavera, ou seja, completa um ano de existência, tendo chegado a quase setecentos colaboradores e comentadores.

Leia Mais