Pages Navigation Menu

Penso, logo duvido.

Na Albânia – Fernando Dourado

Apesar do cancelamento do ônibus, Felipe manteve atitude relaxada, pois sentia que teria um dia especial. Para confirmar o bom presságio, advindo na paisagem inusitada da rodoviária, eis que um…

Leia Mais

Ecos Brasilienses – Eli S. Martins

Segundo Lula, a Lava Jato deveria parar porque está prejudicando o País. A economia está ruim não é porque a Dilma fez um erro atrás de outro. A culpa é do juiz Sergio Moro.

Leia Mais

A Militante Presidente – Luiz Otávio Cavalcanti

A semana começou como pintura de Portinari. Ruas pintadas de verde e amarelo. Alegria cívica expressa nos rostos de milhões de brasileiros. Pedindo o impeachment da presidente da República.

Leia Mais

Na polis, só o que aparece, é; e nem tudo o que é pode aparecer – Luciano Oliveira

Nas últimas semanas, assustado com a “tagarelice democrática” que ensurdeceu a sensatez no país, mais de uma vez senti o impulso de escrever alguma coisa.

Leia Mais

“Sí, se puede!” – Editorial

O presidente Barak Obama encerrou seu emocionante pronunciamento ao povo cubano com esta frase em espanhol que expressa confiança na capacidade de reconciliação dos povos.

Leia Mais

Tudo que é sólido se desmancha no ar! (*) – João Rego

Escrevo estas reflexões no momento em que a sociedade se divide, espezinhando a razão e a serenidade, por conta dos fatos políticos recentes.

Leia Mais

Crise dos refugiados (4): até onde chega o cessar-fogo? – Helga Hoffmann

Um frágil cessar-fogo na Síria já dura mais que as previsões que se faziam quando ele começou a valer, em 27 de fevereiro.

Leia Mais

Populismo, essa Moléstia – Luiz Alfredo Raposo

Os mensalões e petrolões, produtos da engenharia pesada petista, inauguraram um ramo novo da grande indústria nacional.

Leia Mais

Novidade na política brasileira / Agora é tarde! / Acabou presidente! – Editorial

A velocidade dos acontecimentos políticos no Brasil ao longo desta semana levou a “Revista Será?” a elaborar três editoriais diferentes, alterando o enfoque a cada fato novo.

Leia Mais

Ecos Brasilienses – Eli S. Martins

“Quando um pobre rouba vai para a cadeia, quando um rico rouba vira ministro”.
Luis Inácio Lula da Silva, 1988

Leia Mais

Choram os tambores do maracatu pernambucano – Editorial

Olinda é terreno fértil para as artes, que se mostra com espalhafato no carnaval, mas está mesmo é no cotidiano das escolas de música, das orquestras, das procissões, das serenatas, de pai para filho. Nessa bela cidade colonial nasceu Naná Vasconcelos.

Leia Mais

O discurso de Dilma – Fernando Dourado

Já passava das três da manhã quando o celular do Assessor Especial tocou à cabeceira e a voz gutural do Ministro reverberou, traindo extremo cansaço.

Leia Mais

O Peso da Liberdade – Fernando da Mota Lima

Segundo a voz corrente, ser livre é fazer o que quiser. É uma concepção infantil da liberdade, mas como espantar-se diante do fato de ter largo curso, de ser a voz corrente?

Leia Mais

Deboche e vexame – Sérgio C. Buarque

O arroubo do ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva declarando que é o conferencista mais caro do mundo, abaixo apenas do ex-presidente Bill Clinton, é um deboche com o povo e um acinte à inteligência dos brasileiros.

Leia Mais

Semana Passada – Luiz Otávio Cavalcanti

Esta semana o cerco de ferro apertou um pouco mais o duque de Atibaia. Ou será o barão do Guarujá? Não importa o apelido

Leia Mais

Ecos Brasilienses – Eli S. Martins

A Lava Jato criou um momento luminoso na vida brasileira. Nunca na história deste país a oligarquia política e empresarial foi ferida com tamanha precisão e transparência.

Leia Mais

Para sempre Formosa – Clemente Rosas

Sempre achei “querência” uma palavra bonita, sugestiva. Lembro um hotel do centro de Florianópolis, onde me hospedei tempos atrás, que me pareceu acolhedor só por ter esse nome.

Leia Mais

Degradação da política brasileira – Editorial

Nos anos 60, o saudoso Stalislaw Ponte Preta fez um apelo bem humorado mas dramático: “Restaure-se a dignidade, ou locupletemo-nos todos”. Pelo visto, ao longo das últimas décadas, a maioria dos políticos…

Leia Mais

O culpado – João Humberto Martorelli

Ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado de sentença penal condenatória. Transcrevi o texto constitucional de forma exata, para afirmar que o Supremo Tribunal Federal, ao admitir a prisão…

Leia Mais

Haverá choros e ranger de dentes (Lucas 13:28-35) – João Rego

Esta expressão encontrada na Bíblia sempre me impressionou pela força dramática que ela carrega. Quase sempre transmite a fúria de um Deus vingativo, poderoso e justo contra o homem que cometeu um crime hediondo.

Leia Mais

O país dos privilégios – Sérgio C. Buarque

Todos sabem que o Brasil é um país marcado por grandes desigualdades sociais. Mas o Brasil é também um país de enormes privilégios de grupos e segmentos sociais, grande parte se beneficiando de…

Leia Mais