Pages Navigation Menu

Penso, logo duvido.

Fogo Morto, Fogo Amaro: 75 Anos de um clássico – Paulo Gustavo

“Fogo Morto”, como se sabe, é uma obra da maturidade literária de José Lins do Rego. É livro canônico da Literatura Brasileira, revelando não só um autor capaz de ir além de um regionalismo primário, como um escritor mais complexo e mais completo, cujos instrumentos formais tornaram-se mais afiados…

Read More

Ideia de Brasil, entre Passado e Futuro – Helga Hoffmann

Em 1º de janeiro de 2003 tomou posse o Presidente Lula da Silva. Uma equipe de transição, composta de pessoas indicadas pelo Presidente incumbente, Lula, e pelo Presidente que deixava o cargo, Fernando Henrique Cardoso, coordenada por Pedro Parente, fizera durante dois meses um trabalho exemplar…

Read More

Fomos Derrotados – Elimar Pinheiro do Nascimento

Tarde demais. É preciso reconhecer que fomos derrotados. É forte dizer isso, pois ainda estamos a mais de uma semana antes das eleições, e estas são sempre eivadas de incertezas. Mas, salvo um “fato novo” – que sempre pode ocorrer – teremos Bolsonaro e Haddad no segundo turno. A famosa escolha entre a catástrofe e o desastre.

Read More

Eu e Outros Caminhos – Aécio Gomes de Matos

No quadro político que estamos vivendo neste ano de 2018, estou mais perdido do que cego em tiroteio, como diz o povo do Crato. Tanto no país, como nos Estados, o quadro é, no mínimo, esquizofrênico. Tudo está cada dia mais confuso.

Read More

É Tarde Demais? – Elimar Pinheiro do Nascimento

Estamos prestes a enterrar a democracia, a desfazer o legado da luta contra o regime militar, a jogar fora a constituição cidadã. Adentramos o esforço de destruir a política, pois o sentimento predominante é de indignação e ódio contra as instituições democráticas, contra o Parlamento…

Read More

Escola das facas – Luiz Otavio Cavalcanti

Em 1980, o poeta João Cabral de Melo Neto publicou livro no qual consta o poema A Escola das Facas. O poema começa assim…

Read More

Estado e Desigualdade – Jorge Jatobá

A desigualdade é, de longa data, um estigma brasileiro. Somos o quinto país mais desigual do mundo, segundo a Organização das Nações Unidas (ONU). O Estado que   concebe e executa, bem ou mal, políticas para reduzi-la, tem, todavia, também contribuído para ampliá-la.

Read More

A miséria da política – Sergio C. Buarque

Que país desgraçado é este – social e politicamente -no qual os candidatos disputam o voto prometendo conceder favores e benefícios individuais aos eleitores, e não medidas para o desenvolvimento nacional? Socialmente, porque persistem as carências que levam o eleitor a conceder seu voto aos seus benfeitores…

Read More

E agora, de repente, a ONU manda no Brasil? – Helga Hoffmann

Porque será que o Comitê de Direitos Humanos da ONU lembrou que esta semana era de registro de candidaturas presidenciais no Brasil? A ONU, depois de vários anos de esforço e muitas reuniões em que se envolveu o Enviado Especial da ONU para a Síria, o ítalo-sueco Staffan de Mistura…

Read More

Uma sociedade pedinte – Teresa Sales

Além da indignação contra o descaso dos governos, que são a causa primeira da destruição de um de nossos mais valiosos patrimônios culturais, o que mais acrescentar?

Read More

Quem será o presidente da República? – Teresa Sales

Um debate sobre “Eleições 2018: quem vai ganhar?”, motivaram-me a escrever este artigo. De tudo o que ouvi no debate, chamou-me mais atenção o que não é novidade: a instituição mais confiável para a população brasileira é a Igreja.

Read More

O jogo tem início – Elimar Pinheiro do Nascimento

A semana que está findando foi rica em divulgação de pesquisas eleitorais. Pelos menos três institutos tiveram seus resultados amplamente divulgados. Nada extraordinário, afinal, o jogo começou. Um começo esquisito, pois um dos candidatos, de longe o melhor colocado, provavelmente não participará.

Read More

“Ruptura”: A Democracia em Perigo – Paulo Gustavo

“Ruptura, a crise da democracia liberal”, o mais novo ensaio do sociólogo e pensador espanhol Manuel Castells, acaba de chegar ao Brasil, onde, como testemunhamos todos os dias, a democracia, longe de ser a madeira que cupim não rói, não é mais que um aglomerado oscilante…

Read More

Turquia: política econômica do grito sem eco – Helga Hoffmann

A Turquia foi para as manchetes no fim da semana passada, a começar por “Moeda turca desaba”. De fato, a lira perdeu quase 18% do seu valor em apenas um dia, 10 de agosto.

Read More

O Primeiro Debate – Elimar Pinheiro do Nascimento

A abertura do primeiro debate, a primeira cena, poderia prestar-se a título de um filme: sete homens e uma mulher. Mas não passava de um simples reflexo do lugar do masculino e do feminino em nosso país.

Read More

A Nicarágua e os limites da institucionalidade – Alcides Pires

Tive a oportunidade de, há cerca de um mês, passar uma semana em Manágua, capital da Nicarágua, a trabalho. A situação de conflito entre o governo e o povo leva a efeitos concretos que eu pude sentir antes mesmo de embarcar, através da advertência direta de esperar o carro da empresa e não usar qualquer transporte disponível no aeroporto.

Read More

Uma Evocação de Evaldo Coutinho – Paulo Gustavo

No último 23 de julho, o filósofo pernambucano Evaldo Coutinho teria completado 107 anos. Teria, porque infelizmente nos deixou há exatos onze anos. Conheci-o pessoalmente já octogenário, na década de 1990. Inicialmente, só de vista, nas salas de aula do Centro de Artes…

Read More

Que Estado nós desejamos? – Jorge Jatobá

Estado, mercado e democracia são instituições vencedoras após séculos de debates ideológicos intensos, e muitas vezes de conflitos sangrentos, sobre o papel e o protagonismo de cada um. Estado e mercado não podem tudo, e o primeiro deve regular inteligentemente o segundo…

Read More

Acordos e Superação de Crises – Maurício Costa Romão

Durante a grave crise política e econômica que culminaria com o impeachment da presidente Dilma Rousseff chegou-se a ventilar uma ação cooperada entre oposição e situação para estancar a crise, pois já se notava crescente percepção dos dois lados de que o conflito político estava paralisando a nação…

Read More

A Chance de Cada Um – Elimar Pinheiro do Nascimento

A confusão é maior do que pensávamos. Deverá terminar no domingo, 5 de agosto. Mas para iniciar-se outra confusão. A atual, conhecida como “quem quem”, porque ninguém sabe direito quem ficará com quem.

Read More

Alienação Eleitoral e Eleições Proporcionais – Maurício Costa Romão

O enorme descrédito dos eleitores com a política, com os políticos, e com o stablishmentem geral tem levado a maioria dos analistas a prever altas taxas de alienação eleitoral (abstenção + votos em branco + votos nulos) no pleito de 2018.

Read More

Abraços e pontapés croatas – Helga Hoffmann

Há uma parte do público brasileiro que merece que se aplique o adjetivo de politicamente imbecilizado. Deliberadamente opto por imbecilizado: ninguém nasce imbecil, é imbecilizado, com diversidade de gradações, pela maneira de viver, pela educação em casa e na escola, e pelo tipo da informação que absorveu.

Read More

Política pós Lava-Jato – Felipe Oriá

Enquanto o país parou para assistir à Copa do Mundo, passaram despercebidos  alguns gols-contra que o Brasil levou. Chegamos ao ponto em que não se pode sequer assistir a uma partida de futebol sem que o país seja saqueado.

Read More

Sobre aves piciformes de bico grande e oco – Fernando Dourado

É bem provável que no dia em que se inventariarem os descaminhos do PSDB como partido político brasileiro de referência, no trigésimo aniversário de sua fundação, o historiador do futuro aponte o dia 12 de março de 2018 como um enorme e quase despercebido divisor de águas.

Read More

Por que somos como somos? – Elimar Pinheiro do Nascimento

Nos últimos trinta anos, o País tem conhecido muitas mudanças na interpretação e compreensão de seu passado. A visão estruturalista que dominou a história do Brasil até os anos 1970, centrada no papel do Estado e no comércio internacional…

Read More

Falta definir o time para começar o jogo – Elimar Pinheiro do Nascimento

Deveria ser proibido falar de política durante a Copa Mundial do Futebol, sobretudo quando você não vai para casa prematuramente, como foi no caso da Alemanha, campeã de 2014. Muitos ficaram com medo de que o mesmo ocorresse conosco, afinal a seleção ainda não correspondeu  às nossas expectativas.

Read More

“Oye, Trump”: as eleições de 1º de julho no México – Helga Hoffmann

“Pobre México! Tan lejos de Dios y tan cerca de los Estados Unidos.” De tão repetida a frase já virou brincadeira e, pensando bem, nem é verdade, pois ser vizinho dos Estados Unidos tem desvantagens, mas tem também suas vantagens.

Read More

Copas do Mundo: um tema para todos – Clemente Rosas

Das vinte copas do mundo de futebol realizadas até hoje, só não vivi as três primeiras: 1930, 34 e 38.  Mas da última delas tive notícia, pelas resenhas do meu pai, sobre o brilho dos nossos dois heróis:  Domingos da Guia, o baluarte quase intransponível na defesa, e Leônidas, o “diamante negro”…

Read More

Ciro, o ilusionista – Sérgio C. Buarque

A entrevista de Ciro Gomes no programa “Roda Viva” foi uma peça brilhante de ilusionismo, misturando real conhecimento e experiência com uma descarada manipulação de dados, e uma linguagem demagógica, com floreio populista.

Read More

Tá ruim pra chuchu, mas… – Elimar Nascimento

Em 1989, Ulysses Guimarães, candidato à Presidência, era o político nacional de maior prestígio. Uma folha de serviços prestados invejável; reconhecimento em todas tribos urbanas; sem qualquer suspeita de corrupção; largo tempo de TV…

Read More