Pages Navigation Menu

Penso, logo duvido.

O Primeiro Debate – Elimar Pinheiro do Nascimento

A abertura do primeiro debate, a primeira cena, poderia prestar-se a título de um filme: sete homens e uma mulher. Mas não passava de um simples reflexo do lugar do masculino e do feminino em nosso país.

Read More

A Nicarágua e os limites da institucionalidade – Alcides Pires

Tive a oportunidade de, há cerca de um mês, passar uma semana em Manágua, capital da Nicarágua, a trabalho. A situação de conflito entre o governo e o povo leva a efeitos concretos que eu pude sentir antes mesmo de embarcar, através da advertência direta de esperar o carro da empresa e não usar qualquer transporte disponível no aeroporto.

Read More

Uma Evocação de Evaldo Coutinho – Paulo Gustavo

No último 23 de julho, o filósofo pernambucano Evaldo Coutinho teria completado 107 anos. Teria, porque infelizmente nos deixou há exatos onze anos. Conheci-o pessoalmente já octogenário, na década de 1990. Inicialmente, só de vista, nas salas de aula do Centro de Artes…

Read More

Que Estado nós desejamos? – Jorge Jatobá

Estado, mercado e democracia são instituições vencedoras após séculos de debates ideológicos intensos, e muitas vezes de conflitos sangrentos, sobre o papel e o protagonismo de cada um. Estado e mercado não podem tudo, e o primeiro deve regular inteligentemente o segundo…

Read More

Acordos e Superação de Crises – Maurício Costa Romão

Durante a grave crise política e econômica que culminaria com o impeachment da presidente Dilma Rousseff chegou-se a ventilar uma ação cooperada entre oposição e situação para estancar a crise, pois já se notava crescente percepção dos dois lados de que o conflito político estava paralisando a nação…

Read More

A Chance de Cada Um – Elimar Pinheiro do Nascimento

A confusão é maior do que pensávamos. Deverá terminar no domingo, 5 de agosto. Mas para iniciar-se outra confusão. A atual, conhecida como “quem quem”, porque ninguém sabe direito quem ficará com quem.

Read More

Alienação Eleitoral e Eleições Proporcionais – Maurício Costa Romão

O enorme descrédito dos eleitores com a política, com os políticos, e com o stablishmentem geral tem levado a maioria dos analistas a prever altas taxas de alienação eleitoral (abstenção + votos em branco + votos nulos) no pleito de 2018.

Read More

Abraços e pontapés croatas – Helga Hoffmann

Há uma parte do público brasileiro que merece que se aplique o adjetivo de politicamente imbecilizado. Deliberadamente opto por imbecilizado: ninguém nasce imbecil, é imbecilizado, com diversidade de gradações, pela maneira de viver, pela educação em casa e na escola, e pelo tipo da informação que absorveu.

Read More

Política pós Lava-Jato – Felipe Oriá

Enquanto o país parou para assistir à Copa do Mundo, passaram despercebidos  alguns gols-contra que o Brasil levou. Chegamos ao ponto em que não se pode sequer assistir a uma partida de futebol sem que o país seja saqueado.

Read More

Sobre aves piciformes de bico grande e oco – Fernando Dourado

É bem provável que no dia em que se inventariarem os descaminhos do PSDB como partido político brasileiro de referência, no trigésimo aniversário de sua fundação, o historiador do futuro aponte o dia 12 de março de 2018 como um enorme e quase despercebido divisor de águas.

Read More

Por que somos como somos? – Elimar Pinheiro do Nascimento

Nos últimos trinta anos, o País tem conhecido muitas mudanças na interpretação e compreensão de seu passado. A visão estruturalista que dominou a história do Brasil até os anos 1970, centrada no papel do Estado e no comércio internacional…

Read More

Falta definir o time para começar o jogo – Elimar Pinheiro do Nascimento

Deveria ser proibido falar de política durante a Copa Mundial do Futebol, sobretudo quando você não vai para casa prematuramente, como foi no caso da Alemanha, campeã de 2014. Muitos ficaram com medo de que o mesmo ocorresse conosco, afinal a seleção ainda não correspondeu  às nossas expectativas.

Read More

“Oye, Trump”: as eleições de 1º de julho no México – Helga Hoffmann

“Pobre México! Tan lejos de Dios y tan cerca de los Estados Unidos.” De tão repetida a frase já virou brincadeira e, pensando bem, nem é verdade, pois ser vizinho dos Estados Unidos tem desvantagens, mas tem também suas vantagens.

Read More

Copas do Mundo: um tema para todos – Clemente Rosas

Das vinte copas do mundo de futebol realizadas até hoje, só não vivi as três primeiras: 1930, 34 e 38.  Mas da última delas tive notícia, pelas resenhas do meu pai, sobre o brilho dos nossos dois heróis:  Domingos da Guia, o baluarte quase intransponível na defesa, e Leônidas, o “diamante negro”…

Read More

Ciro, o ilusionista – Sérgio C. Buarque

A entrevista de Ciro Gomes no programa “Roda Viva” foi uma peça brilhante de ilusionismo, misturando real conhecimento e experiência com uma descarada manipulação de dados, e uma linguagem demagógica, com floreio populista.

Read More

Tá ruim pra chuchu, mas… – Elimar Nascimento

Em 1989, Ulysses Guimarães, candidato à Presidência, era o político nacional de maior prestígio. Uma folha de serviços prestados invejável; reconhecimento em todas tribos urbanas; sem qualquer suspeita de corrupção; largo tempo de TV…

Read More

Passeio em torno dos cães – Paulo Gustavo

Uma amizade de 15 mil anos não é todo dia que se encontra. Não se trata de lobo em pele de cordeiro, como diz o ditado, mas de lobo em pele de cão, pois, segundo os estudiosos, em algum momento de um longínquo passado, aquele, o lobo, em uma de suas variantes, teria se transformado neste, o cão.

Read More

No limite da esperança – Luiz Alfredo Raposo

O governo Temer durou um ano. E foi um bom governo. Chegou lá sem precisar prometer nada. E seguiu direitinho a agenda certa. Depois, começou a ser demolido. Primeiro, foi a ação do comando formado por três patriotas: Joesley, Janot e Fachin. O que rendeu dois pedidos de impeachment no Congresso.

Read More

Maio de 1968: para além de “ostras para todos” – Helga Hoffmann

Qual é o legado do 68? É possível resumir os acontecimentos daquele ano e efeitos de longo prazo? Até que ponto vale tratar 1968 como marco mundial de significado comum para eventos diferentes em países diversos e que tiveram em cada país consequências próprias?

Read More

Políticos de Ontem e de Hoje: Dois documentos históricos e algumas reflexões – Clemente Rosas

Carta de Mateus Gomes Ribeiro, Secretário da Fazenda da Paraíba, ao Interventor do Estado, Gratuliano Brito

Read More

Pesquisas para Presidente: Algumas Inferências – Maurício Costa Romão

Três grandes Institutos realizaram pesquisas nacionais de intenção de votos para presidente da República agora neste mês de maio: Datafolha, Paraná Pesquisas e MDA/CNT.

Read More

Sobre o Desejo de Intervenção Militar – João Rego

Tenho, com certa frequência, esbarrado em posts e contraposts defendendo uma intervenção militar no Brasil.  Alguns até bem articulados em argumentos que, para seus autores, parecem sólidos e lógicos.

Read More

1968: Mudar o Mundo ou Mudar a Vida? – José Arlindo Soares

As mobilizações planetárias ocorridas no ano de 1968 ainda suscitam indagações sobre as motivações mais profundas que empolgaram os jovens de países que atravessavam conjunturas econômicas e políticas bem diferentes.

Read More

Incerteza e Autoengano – Elimar Pinheiro do Nascimento

Há quase um ano estou participando de um estudo sobre os impactos dos empreendimentos hidrelétricos na região hidrográfica do Paraguai, onde se situa o Pantanal. Tenho entrevistado dezenas de pescadores, e me chama atenção como o passado é retratado comparativamente ao presente.

Read More

É uma droga! – Sérgio C. Buarque

A bebida alcoólica é uma droga. Droga legal mas, assim mesmo, droga. Desempenha um papel importante na convivência social de praticamente todas as culturas. Mas é uma droga, se for considerado seu efeito nos comportamentos e na alteração do estado de consciência dos usuários.

Read More

Profetas na contramão – Luiz Alfredo Raposo

Se não me engano (vejam, correjam!), foi Flaubert quem disse que, na sociedade burguesa, toda tragédia é uma tragédia do dinheiro. Da impecúnia, da prodigalidade. Do excesso de dívidas. E sua Emma Bovary é bem um emblema disso: matou-a mais (assim li) a dureza do usurário…

Read More

O Fetichismo Político no Brasil – Aécio Gomes de Matos

Andei pensando muito sobre a crise brasileira e sobre as consequências do desmantelamento da economia, da falta de credibilidade e do civismo que atinge, de uma maneira mais ou menos generalizada, os diversos segmentos da nossa população, em todas as classes sociais, em todos os níveis de escolaridade.

Read More

A socialdemocracia e a União Soviética – Sérgio C. Buarque

A especulação – legítima, mas muito duvidosa – segundo a qual a consolidação da social-democracia na Europa Ocidental teria sido uma resposta do capitalismo à presença ameaçadora da vizinha União Soviética – “o espectro do comunismo rondando a Europa”…

Read More

Breves Reflexões sobre a Política I – João Rego

As ideologias têm a função de mascarar parte da realidade, encobrindo-a, deixando apenas uma face pela qual o sujeito é por ela capturado, operando uma componente perversa e alienante na construção da visão de mundo desse sujeito.

Read More

O encontro de Panmunjom: euforia e ceticismo – Helga Hoffmann

De repente, mas nem tão de repente, as manchetes dos jornais do mundo inteiro parecem ter esquecido testes nucleares e mísseis cada vez mais poderosos de Kim Jong-un ou ameaças de “fogo e fúria” de Donald Trump do último setembro.

Read More