Pages Navigation Menu

Penso, logo duvido.

Ecos Brasilienses – Eli S. Martins*

Eli S. Martins*

Personagem do filme V de Vingança.

Personagem do filme V de Vingança.

Viva a mandioca!

Dilma declara: “Certamente, teremos uma série de outros produtos que foram essenciais para o desenvolvimento de toda a civilização humana ao longo dos séculos.

Então, aqui, hoje, estou saudando a mandioca, uma das maiores conquistas do Brasil”. Minha vizinha costureira me declarou na padaria, comprando o pão. “Não sabia que a Dilma gostava tanto de mandioca”.

Aprendeu onde?

Por outro lado, meu amigo índio, presente no local da fala da Presidenta, não aguentou e me telefonou: “Onde ela aprendeu o português? No Mobral?”

Mulher sapiens

Antes foi o plano Safra para a sobrevivência dos bodes, e a sombra do cachorro atrás da criança. “O dia da criança é dia da mãe, do pai e das professoras, mas também é o dia dos animais. Sempre que você olha uma criança, há sempre uma figura oculta, que é um cachorro atrás, o que é algo muito importante”. Agora chegou o dia da mulher sapiens.  “Então, para mim essa bola é um símbolo da nossa evolução. Quando nós criamos uma bola dessas, nós nos transformamos em Homo sapiens ou mulheres sapiens”. Agora eu entendo porque ela escolheu em 2011 uma ministra da cultura que não articulava tico com teco. Alguém consegue entender isso?

Malditos 10%

Com o resultado da pesquisa DataFolha que apresentou apenas 10% dos brasileiros aprovando o governo Dilma, está todo mundo fugindo da tia. O PMDB já conversa em largar a coordenação política. Este é o ruído nos corredores do Planalto. Mas ainda ninguém tomou a decisão de Lula de não só se distanciar como criticar a Presidenta. Lula foi mais forte do que a oposição, chamou-a de mentirosa. E ela respondeu educadamente. “Todo mundo pode criticar, inclusive o Lula, que é muito criticado”. Nesse pé, daqui a pouco a tia Dilma sai do PT.

Doidice pura

O rei Eduardo Cunha e sua “troupe” deu início a outra insanidade. Aproveitou a MP 672 para estender aos aposentados a lei de aumento do salário mínimo: inflação mais percentual do crescimento do PIB no ano anterior. Nos dois próximos anos não vai criar nenhum problema porque o crescimento do PIB é próximo ou abaixo de zero. O meu vizinho confeiteiro, que pensa alto, foi enfático: “Estes caras não pensam no país. Pensam apenas na autoreprodução”. Um dia esta bomba explode.

Instabilidade institucional

O Congresso aprovou um novo cálculo de aposentadoria: 85/95, respectivamente para mulheres e homens, resultado da soma da idade com o tempo de contribuição. A Presidente vetou, e publicou imediatamente uma Medida Provisória, que parte do 85/95 e vai progredindo. Os trabalhadores perto de se aposentar não sabem o que fazer. Com estas mudanças de regra a instabilidade cresce, e cresce. Como descortinar o futuro com tanta insegurança?

Cenário político

Meu amigo de infância se enfurnou no mato e começou a nos ver com distância. Para ele o cenário político 2018 parece repleto de surpresas. Na sua diversão cotidiana de desenhar cenários me mandou este dos candidatos presidenciais: Lula, PT; Serra, PMDB; Alckmin, PSB; Cristovam, PDT; Marina, Rede e Caiado, DEM. Opções não vão faltar.

*Eli Martins, um observador anônimo da política em Brasília

***

One Comment

  1. Não há o que comentar; há sim, o que pensar de ada tópico pra se analisar a quanto anda esse nosso Brasil.
    O último tópico, até nos assusta pelos nomes/pré – candidatos. E acham, eles,
    que é o melhor que temos.Na verdade, com esses nomes estamos mais para o ” samba do crioulo doido. “

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *