Pages Navigation Menu

Penso, logo duvido.

Most Recent Articles

A Alegria Dos Derrotados – Paulo Gustavo

O leitor brasileiro (aliás, como eu mesmo) pouco ou nada sabe da obra do filósofo e dramaturgo francês Fabrice Hadjadj. Isso pela simples razão de que ele, só há poucos anos, desembarcou editorialmente em nosso país.

Read More

Coisas nossas – Editorial

Toda a razão tinha Tom Jobim, ao afirmar que o Brasil não é para principiantes.  Pois até os veteranos e experimentados têm dificuldade em compreender atitudes como a recente, do nosso Ministro da Justiça Torquato Jardim, ao declarar que o Estado do Rio não controla a sua Polícia Militar…

Read More

O difícil e trabalhoso caminho até 2018 – Alberto Aggio

Como refletir e desvendar o ponto central da conjuntura política que estamos vivendo? Essa pergunta, mais do que necessária, é o dilema político que vai impulsionar o batimento cardíaco da política, pelo menos até a definição das candidaturas para o embate de 2018.

Read More

Congresso imprevidente – Jorge Jatobá

A CPI do Senado sobre a Reforma da Previdência chegou a uma conclusão técnica e politicamente equivocada. O erro não foi resultado de ignorância. Foi um ato irresponsável e de má fé que compromete a imagem da Casa e do Senador-relator.

Read More

O pensamento de Xi Jinping e a nova Rota da Seda – Helga Hoffmann

Tempos atrás, se é que se entreouvia da conversa de algum grupo em reunião internacional o som “bri”, talvez falassem do queijo francês “brie”, que vai bem na baguete. Hoje é mais provável que seja BRI (a Belt & Road Initiative, algo como Iniciativa Cinturão & Estrada), a ideia chinesa de um cinturão de comunicação…

Read More

Dias luminosos – Fernando Dourado

Nem bem voltei da Europa em 1973, já estava determinado a regressar logo que pudesse ao Velho Mundo. Para isso, é claro, precisava cumprir mais uma ou duas etapas da trajetória escolar. Eu adorara a França e a Inglaterra.

Read More

Juventude perdida – Editorial

O Brasil é um dos países mais violentos do mundo, com mais de 60 mil homicídios, o que corresponde ao assustador índice de 29,9 homicídios por cem mil habitantes, atrás apenas de oito outros países, segundo a OMS-Organização Mundial da Saúde.

Read More

Guimarães Rosa: Uma visão não-apologética – Clemente Rosas

A publicação, na Revista Será?, do luminoso artigo de Paulo Gustavo, a propósito dos cinquenta anos da morte de Guimarães Rosa, levou-me a encarar projeto bastante antigo, para cuja realização me vinha faltando coragem. 

Read More

Vestígios de Ishiguro – Paulo Gustavo

Quer apreciemos ou não o mercurial processo de concessão do Prêmio Nobel (como de resto o de tantos outros prêmios), a láurea é um ícone de nosso tempo.

Read More

Lutero e o pós-protestantismo – Rui Martins

Na terça-feira, 31 de outubro, o mundo protestante, cerca de 800 milhões de praticantes, comemorou os 500 anos da Reforma, tomando como ponto de partida as 95 Teses, que um monge agostiniano alemão, de apenas 34 anos…

Read More

Mães e fadas – Clemente Rosas

Os jornais de João Pessoa talvez tenham estampado magros obituários.  O funeral transcorreu sem muitas lágrimas.  E assim, discretamente como viveu, ao cabo de longa e penosa enfermidade, morreu Maria Luíza, a fada da minha infância.

Read More

O candidato – Editorial

No momento em que este editorial é escrito, tudo parece indicar que o presidente Michel Temer sobreviverá à segunda denúncia da Procuradoria Geral da República, e vai, portanto, governar o país até o final de 2018…

Read More

Fragmentos de cinco vidas – Fernando Dourado

Hoje nossa rigorosa mestra propôs um exercício que, para ser sincero, a todos nós soou tão pueril que resolvi, de minha parte, levá-lo a sério. Por parecer excessivamente ginasiano, deduzi que devia me esforçar para acessar uma sutileza qualquer que me escapava.

Read More

Aposentadoria e liberdade – Sérgio C. Buarque

Embora extremamente relevante do ponto de vista fiscal, a discussão em torno da reforma da previdência, incluindo a idade mínima para aposentadoria, passa ao largo de uma questão de fundo: a distribuição entre tempo de trabalho (necessidade) e tempo livre (liberdade) na sociedade moderna.

Read More

Impressões de um viajante: Sevilha – João Rego

Talvez devido ao fato de que nossa existência seja tão efêmera, diante do longo período de tempo da história humana, é impossível para nossa consciência ter a noção real de que tudo que está à nossa volta, e nos constitui como sujeito…

Read More