Pages Navigation Menu

Penso, logo duvido.

Literatura

Euskadi – Fernando Dourado

Posted by on maio 25, 2018 in Literatura | 7 comments

Euskadi – Fernando Dourado

Não sei se você, caro leitor, é afeito às miudezas da pequena crônica da vida. Se este não for o caso, recomendo que aqui mesmo interrompa a leitura e vá dedicar os minutos que gastaria com este escriba, percorrendo textos sisudos sobre a relação entre a alta dos combustíveis e a falta de legitimidade do governo.

read more

Austro-Costa, um Poeta do Recife – Paulo Gustavo

Posted by on maio 25, 2018 in Literatura | 2 comments

Austro-Costa, um Poeta do Recife – Paulo Gustavo

Vivo estivesse, o poeta Austro-Costa (1899-1953) teria completado 119 anos no dia 6 deste mês de maio. Tanto como poeta quanto como cidadão, pertence à primeira metade do século 20 no Recife. Malgrado a atemporalidade de muitos dos seus poemas…

read more

O Lago dos Cisnes de Tchaikovsky, a quintessência do balé clássico – Frederico Toscano

Posted by on maio 25, 2018 in História da Música Clássica, Literatura | 1 comment

O Lago dos Cisnes de Tchaikovsky, a quintessência do balé clássico – Frederico Toscano

Em 2010 os amantes do cinema foram envolvidos pelo terror psicológico do filme Cisne Negro(Black Swan, em inglês) dirigido por Darren Aronofsky e estrelado por Natalie Portman, que recebeu o Oscar de melhor atriz pelo papel dilacerante que incorporou.

read more

Hebdomadário da corte XV – Luciano Oliveira

Posted by on maio 18, 2018 in Literatura, O Hebdomadário da Corte | 3 comments

Hebdomadário da corte  XV – Luciano Oliveira

Mas vejam só: no último “hebdomadário” (11/05/18) eu citava – sem declinar o prenome – um autor que não era Groucho, mas que evidentemente era Marx, sem me dar conta de que estava fazendo o que parece ter sido uma homenagem enviesada a Karl Marx…

read more

O paciente de Dr. Simões – Fernando Dourado

Posted by on maio 11, 2018 in Literatura | 5 comments

O paciente de Dr. Simões  – Fernando Dourado

Vivi tempos em que chegava à Mercearia São Pedro ainda no meio da tarde. Pedia a França – garçom comandante da casa – uma cerveja Original, lia os jornais que trazia e, lá pelas cinco horas, subia ao consultório do Dr. Simões para uma sessão de terapia…

read more

Hebdomadário da Corte XIV – Luciano Oliveira

Posted by on maio 11, 2018 in Literatura, O Hebdomadário da Corte | 0 comments

Hebdomadário da Corte XIV – Luciano Oliveira

Como a poeira daquele incêndio seguido de desabamento num prédio ocupado por pobres brasileiros em São Paulo já assentou (logo logo a desgraça será esquecida), venho, sine ira et studio, meter o bedelho onde não fui chamado.

read more

Hebdomadário da Corte XIII – Luciano Oliveira

Posted by on maio 4, 2018 in Literatura, O Hebdomadário da Corte | 6 comments

Hebdomadário da Corte XIII – Luciano Oliveira

Li a semana retrasada na Folha um artigo de Hélio Schwartsman em que, falando sobre a sucessão em Cuba, o autor fazia uma reflexão a respeito do papel da violência nas mudanças sociais, e escreveu uma frase um tantinho debochada – da qual gostei…

read more

Hebdomadário da Corte XII – Luciano Oliveira

Posted by on abr 27, 2018 in Literatura, O Hebdomadário da Corte | 3 comments

Hebdomadário da Corte XII – Luciano Oliveira

Como os sete dias de descanso que me dei da RPB (Realidade Política Brasileira) se escoaram, volto ao batente. Tanto mais que, imaginem vocês, a semana passada estive em Brasília! Não, não fui fazer política.

read more

As casas de minha tia – Fernando Dourado

Posted by on abr 27, 2018 in Literatura | 6 comments

As casas de minha tia – Fernando Dourado

Essas reflexões são dedicadas a tio Ivan, um intrépido Quixote a seu modo. Se ao cavaleiro errante da Mancha, coube fabular um amor imaginário por Dulcinea del Toboso, a ele tocou viver um amor de verdade com minha tia Dulce. 

read more

Shemá Israel – Fernando Dourado

Posted by on abr 20, 2018 in Literatura | 17 comments

Shemá Israel – Fernando Dourado

“Será que eu poderia viver em outro país? Provavelmente sim, mesmo porque os judeus estão acostumados a morar na casa alheia, se é que podemos dizer assim. Trata-se de uma capacidade de adaptação incomum na maioria dos povos ocidentais…

read more