Pages Navigation Menu

Penso, logo duvido.

O culpado – João Humberto Martorelli

Ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado de sentença penal condenatória. Transcrevi o texto constitucional de forma exata, para afirmar que o Supremo Tribunal Federal, ao admitir a prisão…

Read More

O ano fervoroso – João Humberto Martorelli

Ouvi o pastor. Quem pretenda resistir à religiosidade, esgueirando-se do sistema de doutrinas, crenças e rituais, mas vivendo a própria espiritualidade em busca da felicidade, haverá de vislumbrar a…

Read More

Telminha – João Humberto Martorelli

Certa noite, ela chegou tão arrumada, mas tão arrumada, que não teve jeito, pus-me de joelhos e, aos berros, no apinhado corredor da Faculdade,

Read More

Micterismos – João Humberto Martorelli

Na China, a luta contra a discriminação da mulher vem tomando corpo nos últimos anos, sobretudo a partir de 2012, quando da ocupação dos banheiros masculinos em Cantão e Pequim por um grupo de…

Read More

O butim – João Humberto Martorelli

Podem cravar: a disputa em curso não é e nunca foi política, mas econômica. O butim é o santo graal. Foi assim em todos os tempos. A equação desenhada à vista de todos objetiva distribuir os bens do Estado de maneira objetiva…

Read More

A desesperança – João Humberto Martorelli

A pena não escreve desesperança. Insisto, obstinado. O melhor momento da tristeza é poesia, procuro, procuro, mas a alma esvaziada…

Read More

Memórias de Recife – João Humberto Martorelli

Recife começava na confluência da Avenida Conde da Boa Vista com a Avenida 4 de Outubro, onde havia uma guarita elevada para o guarda de trânsito, de um lado o Colégio Americano Batista, um Posto…

Read More

Virando a casaca – João Humberto Martorelli

Milhares de refugiados dos conflitos do Oriente Médio atravessando o mar e a terra sob o pálio da fome, do frio, da tortura, do suborno, da exploração da sina maldita, sendo vistos como invasores, tomadores…

Read More

WC Feminino – João Humberto Martorelli

De vez em quando, o universo jurídico traz à lume questões fascinantes. Não tanto pela complexa e instigante necessidade de interpretação das regras legais, mas pela dimensão humana envolvida.

Read More

Eleumar Martorelli – João Humberto Martorelli

Meu pai nasceu em 28 de maio de 1928. Segundo filho em uma família de classe média baixa, bem modesta, ele me contou que lia à noite à luz de velas para não encarecer a conta de energia da casa.

Read More

Tatuagem – João Humberto Martorelli

Deixa flutuar invisível em volta do corpo, mariposa, borboleta, beija-flor, sussurro da imagem choramingando a pele sem tocá-la, o verdadeiro desenho estando na alma, que o corpo teima em…

Read More

Constituinte já – João Humberto Martorelli

Inquietação com os dias e as noites do país. Não satisfeito com o lançamento da ideia na última coluna (O poder, JC de 28/5/2015), ideia que nem é minha…

Read More

A casa do rei – João Humberto Martorelli

Tomar o povo a praça é normal e justo no regime democrático. Na história recente do Brasil e do mundo, páginas indeléveis foram escritas pelas manifestações de rua contra o abuso de poder…

Read More

O Sport, sempre – João Humberto Martorelli

Eu sou o responsável – o único responsável – pelos insucessos do futebol do Sport na primeira quadra deste ano. A um, porque essa responsabilidade é inerente ao exercício da presidência, o cargo mais alto do clube.

Read More

A flecha – João Humberto Martorelli

Uma história é sempre uma história, pode ser contada muitas vezes. Principalmente quando ela tem relações com o momento atual.

Read More

A Batsebá de Rembrandt – João Humberto Martorelli

A história bíblica é de adultério e homicídio. Em Jerusalém, depois de mandar cercar a Rabá, Davi levantou-se do leito à hora da tarde…

Read More

O juiz e o sigilo – João Humberto Martorelli

Alguns temas jurídicos permeiam a construção da sociedade brasileira de maneira intrigante, e merecem reflexão. Detenho-me, em primeiro lugar, na atuação do Juiz Sérgio Moro…

Read More

Schadenfreude – João Humberto Martorelli

Espantosa é a falta de atitude da sociedade brasileira. No limite, talvez simples desencargo de consciência, surge aqui e ali uma troça com a tragédia alheia, ainda quando o alheio seja a pátria e o futuro dos nossos filhos.

Read More

O luto – João Humberto Martorelli

Estamos de luto, meu amor. Enjaulamos o sentimento. O plasma molda a humanidade no sequestro das meninas e mal atentamos para as contradições no Boko Haram significando a destruição…

Read More

A conexão – João Humberto Martorelli

Sentir conexão com o brasileiro condenado à morte em Jacarta? Assim, uma ligação pessoal, um pensamento dirigido a ele, sem compaixão, uma curiosidade sobre os momentos finais?

Read More