Pages Navigation Menu

Penso, logo duvido.

Cartas ao Editor – Luciano Oliveira

Fico lisonjeado com a saudade dos nossos leitores (“Queremos Luciano! Queremos Luciano! Queremos Luciano!” [ahahahahah…]), e mais ainda com a sua.

Read More

Sartre de Beauvoir – Luciano Oliveira

Jean-Paul Sartre e Simone de Beauvoir formaram durante meio século um casal mágico para minha geração – aquela que nos anos 60 descobriu o marxismo, encantou-se com a revolução cubana e deu de…

Read More

Brilhante Ustra e a verdade mais uma vez sufocada – Luciano Oliveira

Soube há coisa de um mês que um livro do coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra – comandante do DOI-CODI paulista entre 1970 e 1974 –, A Verdade Sufocada, estava na lista dos mais vendidos…

Read More

Eu e a Ditadura Militar: Os dias em que não fui herói III – Luciano Oliveira

Terminei o relato passado falando do medo que senti ao ser intimado para prestar esclarecimentos à Polícia Federal.

Read More

Eu e a Ditadura Militar. Os dias em que não fui herói II – Luciano Oliveira

No primeiro dessa série de artigos relatando eventos que se passaram comigo durante a ditadura militar, fiz uma confissão de pusilanimidade, ao não me solidarizar com um colega de faculdade…

Read More

Eu e a Ditadura Militar: Os dias em que não fui herói I – Luciano Oliveira

Conversas recentes com um velho amigo e professor da Universidade Federal de Sergipe, Afonso Nascimento, têm revirado minha memória e feito virem à tona acontecimentos do tempo em que…

Read More

A Caixa das Maçãs Podres. Breve notícia sobre um livro que precisa ser (mais) conhecido – Luciano Oliveira

Marcelo Barros é um delegado de polícia que escuta Pink Floyd, lê Hannah Arendt e vê os filmes de Lars Von Trier.

Read More

Na polis, só o que aparece, é; e nem tudo o que é pode aparecer – Luciano Oliveira

Nas últimas semanas, assustado com a “tagarelice democrática” que ensurdeceu a sensatez no país, mais de uma vez senti o impulso de escrever alguma coisa.

Read More

EXPRESSO BRASÍLIA: Uma história pouco conhecida da nossa Babilônia – Luciano Oliveira

Luciano Oliveira Nunca me esqueci dos três nomes mágicos que enfiei na cabeça para fazer uma prova de história, quando era menino: Quéops,...

Read More

“Não se diz tudo ao marido” O feminismo não feminista de Conceição Lafayette – Luciano Oliveira

Conceição Lafayette é professora do Departamento de Sociologia da Universidade Federal de Pernambuco…

Read More

Um Defeito de Cor: um romance de formação – Luciano Oliveira

Os que pertencem à minha geração, aquela que se formou intelectual e politicamente nos anos 1960, conhecem a expressão e o charme de sua designação…

Read More