Pages Navigation Menu

Penso, logo duvido.

O Estranho Nome da Rosa – Luiz Alfredo Raposo

Justiça se faça: Temer vinha trabalhando certo. Tinha agenda e sabia negociá-la com o Congresso, como há muito não se via. Resultado, o temporal aos poucos ia embora: a produção ensaiava uma recuperação, a inflação e os juros caiam, as demissões pararam.

Leia Mais

E Depois? – Luiz Alfredo Raposo

Três matérias do jornalista Reinaldo Azevedo no site de Veja do dia 17/4 tratam da chamada Lista de Fachin. Uma envolve o senador José Serra, que muito aprecio, outra a senadora Kátia Abreu, e uma terceira o ex-prefeito Eduardo Paes…

Leia Mais

Os Pecados da Carne – Luiz Alfredo Raposo

Ética é pensar nas consequências. Fazer ou deixar de fazer se – e somente se – for para a felicidade geral e o bem de todos. Fico pasmo ao aplicar esse critério de Pedro I à Operação Carne Fraca.

Leia Mais

A Cultura em Tempos de Cólera (ou Sobre um Patriotismo de Bolso) – Luiz Alfredo Raposo

A transformação do ministério da Cultura em secretaria deu origem a um quiproquó curioso, brasileiramente surreal.

Leia Mais

O Mês Mais Grato – Luiz Alfredo Raposo

O governo atual semeou ventos. Inventou de gerir uma economia de mercado por um modo ofensivo às regras básicas de uma economia de mercado. Não adiantaram advertências.

Leia Mais

Populismo, essa Moléstia – Luiz Alfredo Raposo

Os mensalões e petrolões, produtos da engenharia pesada petista, inauguraram um ramo novo da grande indústria nacional.

Leia Mais

Brasil: Grande Sertão sem Veredas? – Luiz Alfredo Raposo

O que mais assusta numa crise como a atual nem é a crise em si: é ver o país em marcha batida para uma forma qualquer de moratória da dívida pública. Me explico quase sem tecnicalidades.

Leia Mais